• Cleise Souza

OBESIDADE

Ela se lembrou, após o trabalho de regressão, que guardava uma foto de quando tinha três anos de idade: Estava dentro de uma panela tentando ficar de pé.

Estava sendo observada por uma figura adulta masculina. Não sabe quem tirou a foto, mas assim se via. Embora não conseguisse visualizar o rostinho daquela criança dentro da panela, reconhecia que ela estava com uma blusinha vermelha.

Começou a engordar a partir dos três anos. Aos seis foi diagnosticada com pressão alta. A obesidade a acompanhou por décadas.

Sentia-se, aos quase 40 anos, humilhada e inferiorizada com os relacionamentos afetivos masculinos. Eram relacionamentos emocionais abusivos.

A ressignificação e a cura da criança interior aconteceu no contra exemplo do sentimento negativo para um sentimento positivo.

A adulta bem sucedida e com foco, levou os recursos internos de que precisava para curar e acolher a sua criança.

No telão da sua mente inconsciente criou o próprio filme devolvendo-lhe à sua essência. Era a protagonista de um novo processo. E como atriz principal, se via num vestido vermelho no dia do seu baile de formatura.

Mas você poderia me perguntar:

Cleise, o que tem a ver a cor vermelha da blusa com o vestido vermelho do baile?

E eu te responderia:TUDO

Talvez o vermelho seja a representação da alegria e empoderamento de uma mulher forte que, na maior parte das vezes, chorava regredida na dor absurda da sua criança interior.

Atualmente, não chora diariamente.

Acolheu a sua criança, acariciando a sua cabecinha, passando as mãos em seus cabelos, envolvendo-a com a Luz Violeta da transmutação.



Instituto de Comunicação

+55 (31) 98899-2558

CNPJ 03002906000133

Rua do Ouro, 104- sala 202- Serra

Belo Horizonte-MG-30240130

Prazo de entrega:3 dias uteis

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone LinkedIn
  • YouTube ícone social
  • SoundCloud ícone social
  • Twitter