• Cleise Souza

EU SOU O SOL


Eu sou o Sol.

Mesmo conhecido por todos, nem sempre as pessoas sabem que sou uma ESTRELA.

Sim. E como estrela meu brilho é ímpar e duradouro.

Estou situado no centro do nosso sistema.

Minha gravidade mantém girando em minha órbita desde os maiores planetas até pequenas partículas de detritos.

No meu interior são produzidas enormes quantidades de energia, através de reações de fusão do hidrogênio em hélio. Dessa intensa energia surgiu a minha fonte de luz e calor e sem ela não existiria vida na Terra numa distância de 149,6 milhões de quilômetros.

Mesmo sendo uma estrela anã amarela e com idade de cerca de 4,6 bilhões de anos, pareço novinho.

Tenho vida e brilho próprios, porém vez ou outra um cometa tenta invadir o meu espaço.

Como, geralmente, os cometas não têm luz própria, usufruem da minha energia e logo logo colocam a cauda longa entre as pernas e vão embora.

Eu não tinha noção de quem eu era.

Até que num dia de verão, visitei uma estrela de uma constelação milenar e ela mostrou-me o meu valor e as minhas particularidades.

Parecia que eu estava desconectado da minha essência.

Ao refletir sobre a fala da velha estrela, comecei a traçar um outro caminho para a minha luz.

Hoje convivo bem com os asteroides, meteoro, meteorito e até cometa.

E quando chega algum cometa na minha órbita, analiso a sua intenção e se percebo que ele quer apenas sugar da minha energia, de forma sutil, mostro a ele que tenho luz própria.

E sem fazer força, ele busca outras paragens , deixando-me em paz.

E assim vou seguindo com a minha missão de iluminar, aquecer e energizar a quem me busca e quer a minha companhia, sem deixar de lado a minha origem e o meu poder.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo