• Cleise Souza

A Teoria das Inteligências Múltiplas

Atualizado: 27 de Jul de 2020


“É da máxima importância reconhecer e estimular todas as variadas inteligências humanas e todas as combinações de inteligências. Nós somos todos tão diferentes, em grande parte, porque possuímos diferentes combinações de inteligências. Se reconhercermos isso, penso que teremos pelo menos uma chance melhor de lidar adequadamente com os muitos problemas que enfrentamos neste mundo”.

Howard Gardner


Há abordagens variadas sobre inteligência. Qual é a mais útil? Com qualquer estratégia? Isso depende do objetivo e da pessoa. Ou seja, a estratégia mais útil é a que funciona para você e para seu objetivo. Dentre os vários tipos de inteligência, falaremos hoje sobre a Teoria das Inteligências Múltiplas.

A inteligência não é a única. Muitos cientistas acreditam que ela está dividida em sete tipos. Isso explicaria a razão pela qual algumas pessoas têm maior facilidade para a música do que outras. Seria o talento individual associado aos estímulos recebidos, principalmente durante a infância. Essa tese foi descrita pelo psicólogo americano Howard Gardner em seu livro Inteligências Múltiplas, publicado pela Editora Artes Médicas.


Em 1904, o ministro da educação pública de Paris solicitou ao psicólogo francês Alfred Binet e a um grupo de colegas que criassem um meio para determinar quais alunos do ensino fundamental estavam em risco de “fracassar” para que pudessem receber uma atenção remediadora. De seus esforços surgiram os primeiros testes de inteligência.


Quase 80 anos depois de os primeiros testes de inteligência serem desenvolvidos, um psicólogo de Harvard chamado Howard Garnder desafiou essa crença comum.

Afirmando que a nossa cultura definira a inteligência de forma muito limitada, ele propôs, em seu livro Estruturas da Mente (Gardner, 1983), a existência de pelo menos sete inteligências básicas: Linguística, Musical, Corporal -Cinestésica, Espacial, Lógico-Matemática, Interpessoal, Intrapessoal e Naturalista. Mais recentemente, ele acrescentou uma oitava, e discutiu a possibilidade de uma nona (Gardner, 1999b).


Em sua teoria das inteligências múltiplas, GARDNER tentou ampliar o alcance do potencial humano além dos confins do escore de QI.

Gardner sugere que a inteligência tem mais a ver com a capacidade de resolver problemas e criar produtos em ambientes com contextos ricos e naturais.


Qual ou quais inteligências você já desenvolveu?

Considera que esteja no lugar certo , utilizando as suas habilidades da melhor forma possível ou sente-se “fora do lugar”?


Me conte. Quero conhecer você!

0 comentário